Páginas

curvas, retas e esquinas

domingo, 1 de outubro de 2017

Insensata inocência © Copyright


Ontem, foi apenas como passar de um vento. Porém esse rápido ar trouxe tudo do momento: Guerras e fases loucas, de uma juventude no seu tempo. Ontem construiu a solidão que o homem leva, da singela e verdadeira inocência. Ontem forjou lembranças e brotou esperança, na inesperada e desajeitada inconsequência.  De todo o mistério, o ontem fez o seu próprio templo. Fez também das falas e gestos alegres, as cenas   das realidades que contemplo. Fez das ingênuas vozes soltas, o ar sereno dos sinceros e fortes argumentos, e o sol apontava para o horizonte, onde o ontem se encontrava, bem à frente do seu tempo.

Ontem fez recordações nuas para vestir qualquer ausência. Ontem era mistério que se desfez na impaciência, e a simplicidade  daquele vento que levantou as vestes, era o toque silencioso da minha mão. Ontem era todo corpo vestido, da frágil e evolutiva juventude. Ontem era o insensato, no futuro, tão ciente da amplitude. Ontem era as falas tolas, ou inocentes emoções que todas crianças são. Ontem se pavimentou de saudades. Era chuva na terra e seus perfumes. Ontem era as águas, e os temporais das frágeis e passageiras cenas de ciúmes.... As risadas soltas, e movidas pela inocência, era o ontem calando a voz de seus queixumes.
 by betonicou


by betonicou



20 comentários:

  1. Difícil é não ficar "grudado" nas suas palavras, brotos de sentimentos feitos em uníssona poesia.
    Difícil é sair e deixar de ouvir o sino das suas memórias que batem também aqui. Difícil vencer a barreira das palavras e transformá-las em sabedoria e emoções como se fossem flores.
    Fácil foi ler, sorrir e anuir!
    Beijinho, Beto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Manuela! Que sensibilidade no comentário! Obrigado pela linda presença! Beijos

      Excluir
  2. É certo que a vida dá-nos motivos de " queixumes "e tanto dá agora, como deu ontem, como dará amanhã, se o tivermos; temos também razões para agradecimento pelas gargalhadas que damos, pelas chuvas, pelo cheiro a terra molhada, pelo perfume das flores; e é aqui que nos devemos concentrar, neste precioso momento que estamos a viver, deixando vir à nossa mente apenas aqueles instantes bonitos que o ontem nos deu e que adoçam o amargo de muitos que o hoje nos dá. O ontem ,com a diversidade de emoções que nos proporcionou construiu o que agora somos e pavimentou o caminho que trilhamos hoje com as saudades daquele tempo de " sinceros argumentos, de risadas inocentes , impacientes.
    Um ontem cheio de poesia, amigo, que me levou a recordar o meu , sentindo ao ler-te um misto de alegria, de saudade e de muita nostalgia. Um ontem que já passou, mas que permanecerá comigo enquanto a vida o permitir. Tenho que te dar os parabéns, mas também agradecer-te muito. Um beijinho
    Emilia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Emília! Emília!Aqui temos generosamente um resumo do texto, e vemos que a sensibilidade, nos visitou! Obrigado pela linda presença! Grande beijo!

      Excluir
  3. Que beleza de exploração de sentimentos que tanto nos envolvem com desvestem as emoções e assim viver da superação de velhos queixumes não nos cabem mais. Belíssimo trabalho amigo, com sua marca já indelével na literatura.
    Bravo poeta, saudações mineiras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Toninho! Obrigado pela preciosidade de suas palavras aqui derramadas... Faço delas minhas, em relação a você poeta! Grande abraço mineiro!

      Excluir
  4. Olá Beto! Boa noite, aliás, pela hora já é bom dia rsrs. Primavera quente por aqui, imagine o verão. Queremos chuva pra refrescar um pouco...
    Que tragédia que aconteceu ai no seu Estado, do Vigia que ateou fogo em creche na cidade de Janaúba. Muito triste ver crianças inocentes morrer dessa forma. Um segurança que deveria proteger as crianças. Que Deus dê o consolo necessário a família das vitimas.
    Muito lindo o texto. Assim é a vida, cheia de reminiscências...
    Fiquei muito feliz em ver Manu, Emília e Toninho por aqui. São três pessoas incrível, com blog de qualidade. Grandes blogueiros.
    Bom final de semana Beto. Um abraço apertadinho, e um beijo no coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Smareis! Que triste episodio! Vamos orar pelas famílias , para que Deus lhes de o consolo....Obrigado ! Fiquei feliz e satisfeito em te-los por aqui, e que qualidade ! Pessoas simpaticíssimas, e de excelente teor cultural ... Grande abraço minha querida e beijos mil!Ótimo fim de semana!

      Excluir
  5. Um texto muito interessante.
    Tal como outros que li mais abaixo.
    Bom fim de semana, caro Beto.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaime que prazer ! Fico feliz por sua presença e seu generoso comentário!Encaro, como aprovação de um grande poeta! Abração

      Excluir
  6. Ás vezes, apenas precisamos ter calma e paciência.
    Apenas por me chamar, por me dar um abraço quando me vê,
    sorrir pra mim, são coisas pequenas...
    Mas são as que realmente marcam..
    Desejo de todo meu coração
    um abençoado final de Domingo.
    Uma semana de vitorias
    Beijos no coração.
    Evanir..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evanir! Que saudade desse nosso intercambio! Muita correria, e o mundo virtual perde um pouco nas prioridades....Obrigado pela gentil presença! Beijos

      Excluir
  7. Bom dia Beto.
    A sua sensibilidade e poemas sempre cheio de sentimentos é algo cativante. A vida da motivos de queixumes e também de agradecimento pelo dom da vida. Muitas vozes inocentes foi calada e vidas ceifadas em plena infância. Algo inexplicável e incompreendido. Mas só nós cabe orar por tantas vidas que segue destruídas. Seu poema me fez lembrar da tragédia ocorrida na creche e de como temos que reclama menos e agradecer mas. Meu amigo uma linda semana. Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mirtes! Infelizmente, essas coisas estão acontecendo pelo mundo afora...Temos que esperar e descansar em Deus! Obrigado por ter vindo minha querida. Beijos

      Excluir
  8. Beto, bom dia!
    Acordar e ter como breakfast este maravilhoso poema não tem preço. Parafraseando Cazuza, "o poeta não morreu, foi ao inferno e voltou!!!!". Um forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou Marcelo meu amigo! Obrigado por ter vindo degustar de meu trabalho! Cazuza foi sem duvida alguma um grande poeta. Abração

      Excluir
  9. Já comentei mais acima, mas o que disse foi genérico.
    Acerca deste texto, às vezes é preciso fazer um balanço do "ontem" e reconhecer aquilo que foi bom e menos bom, para que o hoje tenha em conta isso e se desenhe melhor.
    Gostei muito do texto, que é muito poético e excelente.
    Bom fim de semana, caro Beto.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jaime, sempre será um prazer te-lo por aqui. Obrigado por mais essa gentileza! A respeito do texto, é exato o seu pensamento...fazer um balanço , e tentar tirar proveito das experiencias.... Não repetir as ruins, e buscar acertar sempre! Bom fim de semana. Grande abraço>

      Excluir
  10. Fazendo uma visita Beto. Um excelente texto, sua prosa poética está cada vez mais reflexiva e sensível. bjssssss

    ResponderExcluir
  11. Nos dejas una exquisita reflexión, humana y poética

    ¡Que delicia de prosa que nos habla del ayer!... ¡Y no me canso de leer porque me encanta! Un repaso al pasado que todos/as deberíamos hacer.
    Siempre es bueno echar una mirada aquello que hemos dejado en la maleta cerrada con candado, quizá nos haga falta revisar alguna cosa... Para seguir adelante sin tropezar con un pedrusco que nos lastime.
    Corregir lo incorrecto y abrazar lo bien hecho.

    Bueno Beto, no tengo palabras para decirte lo agradable que es leerte. Un aplauso prolongado por tu buen hacer

    Sabes, entre tus letras encuentro muchas en español nos son un brasilero cerrado como otras en otros blogs que leo; lo cual a veces hay que aplicarse un poco para entenderlas.
    Te dejo un beso, mi gratitud y mi estima.

    Ten un placentero fin de semana.

    ResponderExcluir

people of the world comment if to like… important for the development of this work…